sexta-feira, 29 de abril de 2011

PAPÉIS DE TRABALHO

            Segundo Attie (1998), os papéis trabalho são o conjunto de formulários e documentos extraídos na realização da auditoria, ou seja, é constituída de evidências do trabalho realizado bem como o fundamento de sua opinião.
Para Almeida (1996, p. 68), os papéis de trabalho representam o registro de todas as evidências, por meio da observação, inspeção, indagação, investigação, obtidas ao longo da execução do serviço de auditoria.
Os papéis de trabalho são todos os documentos e informações captadas na realização da auditoria. Para a elaboração do mesmo existem regras e normas a serem seguidas, para tanto este servirá para usuários presentes e até futuros na realização da auditoria, uma auditoria completa e mais sucinta.
Observando que os papéis de trabalho são documentos de auditoria, a NBC TA 230 que trata da documentação de Auditoria em seu item 3 aborda que os documentos de auditoria têm por finalidade:
a)    Assistir a equipe de trabalho no planejamento e execução da auditoria;
b)    Assistir aos membros da equipe de trabalho responsáveis pela direção e supervisão do trabalho de auditoria e no cumprimento de suas responsabilidades de revisão em conformidade com a NBC TA 220 – Controle de Qualidade da Auditoria de Demonstrações Contábeis;
c)    Permitir que a equipe de trabalho possa ser responsabilizada por seu trabalho;
d)    Manter um registro de assuntos de importância recorrente para auditorias futuras;
e)    Permitir a condução de revisões e inspeções de controle de qualidade em conformidade com a NBC PA 01;
f)     Permitir a condução de inspeções externas em conformidade com as exigências legais, regulamentares e outras exigências aplicáveis.
Por meio dos itens citados, pode-se observar que os papéis de trabalho são de grande valia ao trabalho do auditor, pode auxiliar em todo trabalho executado, pois fornece o registro das descobertas alcançadas e pode demonstrar o trabalho já realizado.
            Para Attie (1998), na realização dos papéis de trabalho é necessário a observação de aspectos fundamentais como:
a)    Completabilidade: os papéis de trabalho necessitam estar completos, com inicio, meio e fim;
b)    Objetividade: os papéis de trabalho precisam ser objetivos, demonstrar todos os passos executados pelo auditor na formulação, deve apresentar os registros sucintos e de valia para o entendimento;
c)    Concisão: necessitam ser concisos, com clareza e auto-suficiência, para a compreensão de todos;
d)    Lógica: devem ser elaborados com raciocínio lógico, tendo seqüência natural dos fatos e o objetivo a ser atingido;
e)    Limpeza: não deve apresentar nenhuma imperfeição ou incorreção.
            Seguindo os métodos citados por Attie (1998), os papéis de trabalho serão mais concisos e de melhor entendido pelos próximos usuários das informações extraídas, retraindo o trabalho de um próximo auditor.
Para a elaboração do papel de trabalho, a NBC TA 230 em seu item 08, relata que a documentação preparada seja suficiente para permitir que um auditor experiente, sem nenhum envolvimento anterior com a auditoria, entenda o trabalho realizado. Deve relatar também: a natureza, época e extensão dos procedimentos de auditoria executados para cumprir com as normas de auditoria e exigências legais e regulamentares aplicáveis; os resultados dos procedimentos de auditoria executados e a evidência de auditoria obtida; e assuntos significativos identificados durante a auditoria, às conclusões obtidas a respeito deles e os julgamentos profissionais significativos exercidos para chegar a essas conclusões.
Segundo Almeida (1996), existem os tipos de papéis de trabalho que são os seguintes:
- Programa de auditoria: são programas padrões, a serem preenchidos pelos auditores, para todas as áreas das demonstrações financeiras e também para outros assunto relacionados com o exame auditoria.
- Papéis elaborados pelo auditor: são papéis de trabalho que o auditor prepara a medida que vai analisando as diversas contas do razão geral da contabilidade.
- Outros papéis de trabalho: são outros documentos utilizados como: Cartas de Confirmação de Terceiros: que são contas correntes bancárias, aplicações financeiras, contas a receber, estoques, etc.; Cópias de Documentos Importantes: que são o estatuto social, contratos, manuais de procedimento internos, etc.
Quanto a divisão dos papéis de trabalho, podem estar separados por permanentes ou correntes. Crepaldi (2010) qualifica essas duas formas de separação dos papéis de trabalho da seguinte maneira:
I-       Pasta permanente: encontram-se os papéis que são de importância contínua ao longo dos exercícios, como histórico da empresa, estatuto, composição do capital social, informações contábeis, dos sistemas contábeis e operacionais e ainda informações relativas a participação da empresa no mercado.
II-     Pasta corrente: pasta onde estão papéis de trabalho relevantes para o exercício, como planejamento do trabalho, balancetes, demonstrações contábeis e análise de contas.
Para tanto, conclui-se que os papéis de trabalho de uma auditoria são de suma importância, pois é onde ficam registradas todas as anotações, observações e conclusões dos auditores. É algo que algum dia pode se voltar contra eles mesmos, através de algum processo, como no caso Enron, onde houve a queima dos papéis, e mais do que isso, representa o perfil do próprio profissional de auditoria, como seu grau de conhecimento, bom-senso e organização.


REFERÊNCIAS:

ALMEIDA, Marcelo Cavalcanti. Auditoria: um curso moderno e completo. 5. ed. São Paulo: Atlas, 1996.

ATTIE, William. Auditoria: conceitos e aplicações. 3.ed. São Paulo: Atlas, 1998.

BRASIL. Resolução CFC Nº. 1.206 NBC TA 230 - Documentação de Auditoria, de 27 de novembro de 2009.

CREPALDI, Silvio Aparecido. Auditoria Contábil: Teoria e Prática. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

Equipe: Micheli Aparecida Lunardi e Ricardo Suave

16 comentários:

  1. É extremamente importante que o auditor se utilize corretamente dos papéis de trabalho pelos mais diversos motivos, que vão desde ter um planejamento detalhado da rotina que este vai seguir em determinada entidade, até poder ter uma comprovacão de algum fato que possa ter ocorrido durante seu trabalho. Porém acredito que seja ainda mais importante, caso ocorra uma troca de algum profissional por outro durante a realização da auditoria, para que aquele que assumir o trabalho já começado, consiga acompanhar tudo o que ja foi feito anteriormente, e seguir exatamente de onde o profissional anterior parou.

    ResponderExcluir
  2. Graselene Lindner30 de abril de 2011 23:11

    Os papéis de trabalho são de extrema importância na auditoria independente, pois eles sustentam a opinião do auditor na emissão de seu parecer. Nele está descrito todos os exames aplicados pelo auditor, sendo assim possível verificar se estes estão de acordo com as normas de auditoria vigentes. Eles devem ser elaborados com muito zelo, além de serem feitos seguindo um padrão, pois é necessário que esteja bem evidenciado e claro o que foi feito, para que outro profissional possa dar continuidade aos trabalhos, quando assim se fizer necessário.

    ResponderExcluir
  3. Além de todo zelo que o auditor tem de ter ao produzir os seus próprios papéis de trabalho, um outro grande cuidado é o exame dos papéis já existentes na empresa auditada, a empresa por sua vez tem de ter todos os documentos necessários atualizados e em ordem, facilitando assim o trabalho do auditor, pois são em cima desses registros que o auditor fará as sua análises e conclusões.

    ResponderExcluir
  4. Com relação aos papeis de trabalho, não tivemos grandes evoluções ultimamente. Visto o crescente uso da internet e meios digitais para pactuar contratos (como em um site de compras) tem-se que atentar para a possibilidade de alteração de dados posteriormente. São exemplos: Contrato de prestação de serviço via internet. O Cliente aceita. Posteriormente há uma reclamatória com relação a um item do contrato. Pode-se confiar no sistema servidor da empresa contratada? Quais a credibilidade que um sistema não sofrerá alteração? Sistema de "log" está imune à alterações? Vejo a necessidade de uma autenticação das por parte de órgão regulador!

    ResponderExcluir
  5. Jaqueline Gubler2 de maio de 2011 09:48

    Quanto aos papéis de trabalho, sua organização é de suma importância, bem como a clareza dos papéis de trabalho, para que seja possível entende-los sem ter tido nenhuma participação na auditoria realizada.

    ResponderExcluir
  6. Flávio Honorato2 de maio de 2011 17:52

    Os papéis de trabalho são formulário que ajudam o auditor a transcrever o seu trabalho na empresa para que possa ser analisada ou propor melhorias. Através de questionário ou checklist o auditor vai realizando seu trabalho e logo após ao término de seu trabalho ele emite seu parecer final descrevendo a situação patrimonial da empresa.

    ResponderExcluir
  7. O auditor deve documentar todas as questões que foram consideradas importantes para proporcionar evidência, visando a fundamentar o parecer da auditoria e comprovar que a auditoria foi executada de acordo com as Normas de Auditoria Independente. Ou seja, são as provas, os meios de comprovação do trabalho do auditor, toda execução da auditoria deve constar nos papéis de trabalho.

    ResponderExcluir
  8. Acredito que a importância dos papéis de trabalho é muito grande, pontuando sua organização, que reflete a própria organização do auditor, tambem a agilidade para os trabalhos quando ocorrem revisões, trocas de equipes ou entidades de auditoria e ainda qualquer auditor que não tenha tido contato com o processo possa entender o trabalho.

    ResponderExcluir
  9. Os papéis de trabalho da auditoria são importantes, pois é através deles que ficam comprovados os testes e conclusões dos auditores. Servem assim de base para que futuras auditorias possam compreender o que e de que forma foram realizados os trabalhos pela equipe anterior.

    ResponderExcluir
  10. Os papéis de trabalho são documentos preparados pelo auditor, ou entregue a ele na execução da auditoria.Eles fazem parte de um processo organizado de registros sobre as evidências encontradas da auditoria, por meio de informações em papéis, meios eletrônicos e outros que possam assegurar o objetivo que o trabalho que esta sendo realizado se destina.

    ResponderExcluir
  11. Os Papéis de Trabalho são documentos de extrema importância, através deles a auditoria demonstra o que foi executado, quais itens que foram examinados, quem realizou e a data que foi realizado o trabalho, entre outras informações.

    ResponderExcluir
  12. Layla Beatriz Boos Martins9 de maio de 2011 11:56

    Os papeis de trabalho do auditor auxiliam no serviço prestado,já que estes contém todas as rotinas e organizações que foram realizadas. Além disso facilitam e muito o trabalho de um futuro outro auditor, já que contém informações básicas e essenciais sobre a empresa auditora e a empresa auditada.

    ResponderExcluir
  13. Os papéis de trabalho servem de recolher os elementos necessários para evidenciação do trabalho realizado pelo auditor e dar
    fundamento em sua opinião sobre as atividades e os processos examinados. Por trabalhar com documentos originais da empresa, e pelo fato de haverum grande volume de transações e informações, seria inviável para o auditor comprovar a realização de seus trabalhos através de cópias dessa documentação. Para isso, ele utiliza os papéis de trabalho onde registra as descobertas realizadas e pode assim, comprovar o trabalho executado.

    ResponderExcluir
  14. "Os papéis de trabalho padronizados podem melhorar a eficácia dos trabalhos, e sua utilização facilita a delegação de tarefas, proporcionando meio adicional de controle de qualidade. Entre os papéis de trabalho padronizados, encontram-se, além de outros: listas de verificação de procedimentos, cartas de confirmação de saldos, termos de inspeções físicas de caixa, de estoques e de outros ativos." Resolução CFC nº 1.024/05 - NBC T 11.3. Portanto os papéis de trabalho da auditoria são importantes, pois neles são evidênciados o trabalho dos auditores, auxiliando no bom desempenho das empresas, e concretizando informações para a continuação eficaz de auditorias futuras.

    ResponderExcluir
  15. Marcia Mensor Lunelli23 de junho de 2011 15:50

    Os papéis de trabalho estão sujeitos a serem revisados em três fases: primeiro pelo sênior, segundo pelo gerente e depois pelo supervisor. A primeira e a segunda revisão devem ser mais detalhada do que a terceira revisão.

    ResponderExcluir
  16. Complementando o comentário da Marcia...
    O sênior ao revisar os papéis de trabalho prepara uma folha de “pontos pendentes”. Esta revisão representa um comentário crítico do sênior sobre o trabalho do assistente. O assistente ao eliminar as pendências, deve evidenciar nos papéis de trabalho e não nas folhas de pendências onde estas foram levantadas.
    A promoção dos auditores dentro da hierarquia da organização encontra como um dos itens de avaliação, a clareza e objetividade com que são “abertos” e desenvolvidos os papéis de trabalho.
    A comprovação da revisão se dá pelo registro da data da assinatura dos supervisores do assistente que elaborou os papéis de trabalho.

    ResponderExcluir

Deixe aqui sua opinião, dúvida ou segestão sobre o tema abordado!